Embaixada de Portugal na Colômbia

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Participação portuguesa na 31ª edição da Feira Internacional do Livro de Bogotá

filbo2018

A Feira Internacional do Livro de Bogotá – FILBo, organizada pela Câmara Colombiana do Livro e pela Corferias, abre as suas portas no próximo dia 17 de abril estendendo-se até ao dia 2 de maio. A Argentina será o convidado de honra da 31ª edição do evento que tem como slogan “Sentir as ideias”. A raiva, o medo, a alegria, a tristeza, o desgosto, a culpa, o amor e a simpatia serão o ponto de partida de um programa composto por mais de 1.500 atividades.

A participação portuguesa na 31ª edição do certame está a cargo dos autores Lídia Jorge, José Luiz Tavares, Matilde Campilho, Inês Fonseca Santos e José Luiz Peixoto, e da realizadora Margarida Cardoso, que participarão em diversas conversas com autores colombianos e estarão presentes em apresentações de livros e encontros com leitores no recinto da feira mas também em universidades, livrarias e bibliotecas públicas.

No âmbito da Feira, estão previstas também as apresentações dos livros: El cielo no sabe bailar solo (de Ondjaki); El laberinto de la saudade (de Eduardo Lourenço); La costa de los murmullos (de Lídia Jorge); Nadie nos mira (de José Luís Peixoto); e Las Cosas (de Inês Fonseca Santos).

A Cinemateca Distrital de Bogotá programou um ciclo dedicado à realizadora Margarida Cardoso entre os dias 19 e 23 de abril estando prevista, neste âmbito, a conferência “Memória e representação da guerra: a independência de Moçambique na Costa dos Murmúrios”, com a presença da realizadora e de Lídia Jorge.

Aproveitando a presença dos autores portugueses em Bogotá, a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Nacional organiza entre 23 e 27 de abril a Semana de Língua Portuguesa. Do elenco de atividades destacam-se conferência sobre literatura e lusofonia com Lídia Jorge,  José Manuel Tavares e Margarida Cardoso; conferência  sobre produção literária contemporânea com Matilde Campilho, Inês Fonseca Santos e José Luís Peixoto; uma conferência sobre Fernando Pessoa; a conferência "Estudar em Portugal com o apoio do Instituto Camões" com a Ana Filipa Prata; um concerto de música portuguesa com Teresa Pinto; uma exposição sobre Fernando Pessoa; a exposição “Potencial Económico da Língua Portuguesa” e, por fim, um evento com empresas portuguesas apoiado pela AICEP. Consta ainda da programação uma palestra sobre “A importância da Língua Portuguesa na Economia Mundial" que juntará a Embaixadora de Portugal, Gabriela Soares de Albergaria e o Embaixador do Brasil, Julio Glinternick Bitelli.

Também por ocasião da FILBo, e no âmbito da visita à Colômbia de Nicholas Roberts - professor de Estudos Hispânicos na Universidade de Durham, autor de Poetry and Loss: The Work of Eugenio Montejo (2009) e fundador de um grupo de investigação sobre o  fenómeno da heteronímia – o Departamento de Ciências Humanas e Letras da Universidad de los Andes organiza o colóquio internacional "Ser múltiple: poesía y despersonalización". Este encontro reúne vários investigadores e também os poetas e editores chileno Enrique Inverno e Adam Mendez. O objetivo é discutir a heteronímia e o impacto poético desta prática em conceitos tais como "autor", "ser" e "identidade". Dando continuidade ao livro La heteronimia poética y sus variaciones trasatlánticas (2013), serão analisadas e discutidas as obras de Baudelaire, Eugenio Montejo, Fernando Pessoa, Elena Ferrante, Almada Negreiros, Nicanor Parra, Enrique Lihn, Cristian Geisse, Leon de Greiff e Álvaro Mutis, entre outros. O colóquio será encerrado com uma mesa redonda dedicada aos desafios da pesquisa sobre a heteronímia poética com a presença do Prof. Jerónimo Pizarro.

Sendo este um dos maiores eventos literários da América latina, a participação portuguesa tem contribuído para o aumento do interesse na Literatura e na Cultura portuguesas, com resultados evidentes na busca pela aprendizagem da Língua Portuguesa (variante europeia). Também é de destacar o facto de, na sequência do investimento na promoção da literatura portuguesa, haver um livro de Afonso Cruz no plano nacional de leitura colombiano e de, anualmente, haver um número crescente de traduções e edições colombianas de autores portuguesas.

Durante os 16 dias da feira, os visitantes encontrarão mais de 150.000 títulos de todas as categorias e para todos os públicos, que serão distribuídos nos 23 pavilhões de Corferias.

Pode consultar toda a programação portuguesa AQUI e saber mais informações sobre a FILBo em https://feriadellibro.com/

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail