A candidatura das “Festas de Inverno: Carnaval de Podence” foi hoje aprovada pelo Comité do Património Cultural Imaterial e inscrita na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, no decurso da 14ª sessão do Comité, reunido em Bogotá, Colômbia, de 9 a 14 de dezembro.


O Carnaval de Podence é uma prática social integrada nas festividades de Inverno em Trás-os-Montes, associadas à celebração do fim do inverno e à chegada da primavera. Ao longo de três dias, os Caretos, vestidos com trajes cobertos com franjas coloridas de lã e ocultos sob máscaras de estanho ou couro, percorrem as ruas de Podence fazendo soar os seus chocalhos e entrando nas casas dos habitantes da aldeia. Tendo funcionado inicialmente como um rito de passagem para os homens, está atualmente reajustado ao seu contexto contemporâneo. A elaboração da candidatura “Festas de inverno: Carnaval de Podence” foi coordenada pelo Município de Macedo de Cavaleiros.
Este será o oitavo elemento português inscrito nas Listas da Convenção da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial. Assim, encontram-se já inscritos na Lista Representativa o “Fado, canção urbana popular de Portugal” (2011), a “Dieta Mediterrânica” (2013), o “Cante Alentejano, canto polifónico do Alentejo, sul de Portugal” (2014), a “Falcoaria, património vivo da humanidade” (2016) e a “Produção de Figurado em Barro de Estremoz” (2017). Encontram-se incluídos na Lista do Património Cultural Imaterial que necessita de uma salvaguarda urgente a “Manufatura de chocalhos” (2015) e o “Processo de Confeção da Louça Preta de Bisalhães” (2016).

  • Partilhe